MINISTÉRIO PÚBLICO PEDE AFASTAMENTO DE RICARDO MOTTA



 A Procuradoria Geral de Justiça encaminhou ao Tribunal de Justiça do RN o pedido de afastamento do deputado estadual Ricardo Motta, acusado pelo MP de liderar o esquema de corrupção no IDEMA e de nomear cargos fantasmas quando presidia a Assembléia Legislativa do Estado.
  O desembargador Glauber Rêgo, responsável pelo caso no TJ, abriu o prazo de cinco dias para que a defesa de Ricardo Motta se pronuncie acerca da questão.

Comentários