EDITORIAL: MAXARANGUAPE, MUITO CANDIDATO PARA POUCO VOTO


O município de Maxaranguape, localizado no litoral norte do Estado, viverá em 2018 a disputa eleitoral de 2020.

As principais lideranças políticas do município estão condicionando o apoio em 2018 a uma retribuição para 2020. Chove candidatos a deputado estadual no município, o bolo será repartido por muitos.

De um lado está o Prefeito Luis Eduardo da Silva, eleito pelo PSD de Robinson Faria, correu para o PSDB na tentativa de neutralizar a relação política do deputado Ezequiel Ferreira com o seu adversário e inimigo Amaro Saturnino.

No mesmo caminho, seguirá a ex-prefeita Neidinha.

No jogo pelo poder, Luis Eduardo aceita tudo.

 Responsável pela indicação de grande parte do secretáriado do Prefeito, o deputado Kelps Lima não contará com o apoio exclusivo do gestor. Kelps receberá apoio de algumas lideranças governistas, entre elas a vice-prefeita Professora Nira, que dará um cangapé no deputado George Soares. 
Aliás, vale frisar que George sempre foi preterido pelos aliados que tinha na cidade.

Responsável direto pela inserção do município na região metropolitana de Natal, o deputado George Soares não teve seu trabalho retribuído em votos.

Pela teórica oposição, corre o ex-prefeito Amaro Saturnino. 

Ainda aliado do presidente da Assembléia Legislativa, é pouco provável que a posição do ex-prefeito continue a mesma. O apoio do ex-prefeito é muito importante, mas está guardado a sete chaves.

Na terceira via, apresenta-se o empresário Felipão. 

O empresário já colocou rua o bloco com a candidatura da filha Priscilla Müller a deputada estadual e vem trabalhando dia e noite para agregar ao seu grupo lideranças locais que estão insatisfeitas com Amaro e Luis Eduardo.

Felipão é candidatissimo a Prefeito de Maxaranguape em 2020.



Comentários