SENADO: JOSÉ AGRIPINO RECEBE TROCO DE ROSALBA


Por Igor Henrique Costa 

Renato Russo na letra de Boomerang Blues cantava algo que vale para toda vida: " Tudo o que você faz, um dia volta pra você" e é com essa tônica que podemos descrever a situação política do Senador José Agripino Maia.

Quem acompanha o cenário político do Rio Grande do Norte, deve recordar do grande vexame protagonizado pelo Democratas sob a orientação de José Agripino contra a então governadora Rosalba Ciarlini.

Filiada à legenda há duas décadas, eleita e reeleita Prefeita de Mossoró, eleita senadora e governadora pela legenda, o Democratas negou o direito de Rosalba concorrer à reeleição.

Líder máximo do partido, Agripino já tinha orientado todos os delegados convencionais para cassarem o direito da governadora que queria ter o seu governo avaliado nas urnas. Como previsto, perdeu o direito que em reuniões às escuras, já tinham lhe cassado.

Naquela altura, já estava tudo acertado entre José Agripino e Henrique Alves, na época o terceiro homem mais poderoso da República.
 Henrique trabalhava a candidatura ao governo e sabia da força que Rosalba ainda tinha.
Agripino que precisava garantir a reeleição do filho à Câmara Federal, sacrificou a única governadora do Democratas em todo o país.

Henrique Alves perdeu a campanha ao governo, o Democratas perdeu uma das três vagas na Assembléia Legislativa.

Quatro anos depois o quadro foi invertido.

Rosalba Ciarlini é Prefeita de Mossoró e com grande poder de decisão no cenário político do RN. Todos desejam o seu apoio.

Agripino Maia tentará o quinto mandato de senador perde feio em todas as pesquisas já realizadas. Em todas as conversas que se discute a montagem da chapa majoritária, o nome do Senador é vetado pela Prefeita de Mossoró e pelo seu grupo político.

Nos bastidores da política potiguar já é tido como certo a desistência de Agripino em concorrer à reeleição.

O tempo é severo e justo!

Comentários