EXECUTIVO DA JBS DEPÕE EM INQUÉRITO DE FÁBIO FARIA


As suspeitas contra Faria são de corrupção passiva e caixa dois; ele nega as acusações.
O delator e ex-executivo da J&F disse que o deputado recebeu doações não declaradas à Justiça Eleitoral. Também afirmou que a empresa repassou R$ 10 milhões para que a companhia de água e esgoto do Rio Grande do Norte, o estado de Faria, fosse privatizada.

Via O Antagonista 

Comentários