CARLOS EDUARDO PASSA VEXAME EM DEBATE DA BAND

Candidato do PDT não gosta de debates.

No debate que a Band Natal realizou na noite dessa quinta-feira com os candidatos ao governo do RN, o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, renegou a trajetória e o sobrenome, de Alves.
Referido pelos adversários pelo nome em que fez política, Carlos Eduardo logo mostrou incômodo com a referência, afirmando que, apesar de ser Alves, tinha sua própria história. Na edição eleitoral desde ano, o palanque de 2014 que foi rejeitado pela população se reedita pelo nome do ex-prefeito de Natal.
Com o temperamento que lhe é peculiar, as derrapagens logo apareceram.
Ao se referir a Breno Queiroga, preferiu o chamar de candidato do Solidariedade. Não sabia seu nome.
Nos bastidores, ao ser abordado pela jornalista Thaisa Galvão, disse que não concede entrevistas a blog. Só falou, então, depois que foi alertado pelo vice, Kadu Ciarlini, de que a jornalista estava transmitindo ao vivo. Foi então que ele ensaiou algumas palavras sobre sua expectativa para o debate.
Ao se dirigir ao jornalista Diógenes Dantas, Carlos Eduardo, que tanto brigou no início do programa para esclarecer a questão do sobrenome, deu ao diretor do nominuto.com outra referência: Diógenes da Cunha.
No debate, mostrou seu desconhecimento para além de Natal ao transportar entre duas cidades uma das maiores intervenções hídricas do RN e do Nordeste, a barragem de Oiticica. Situada em Jucurutu, saiu da boca do ex-prefeito de Natal como endereçada em Caicó.
As tolices teriam passadas despercebidas se cometidas por Heron Bezerra (PRTB), mas esse não tem a experiência e o currículo que o ex-prefeito de Natal carrega como credencial para a disputa deste ano.

Via Blog do BG 

Comentários