EZEQUIEL: O PODER PERMITE O SILÊNCIO


O poder que Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) dispõe é imensurável.

Após chegar à presidência da Assembleia Legislativa, Ezequiel demonstrou habilidade política e se tornou o principal expoente político do Estado. O Curraisnovense também preside o PSDB, partido com 8 deputados no Poder Legislativo. 

Ousado, Ezequiel Ferreira quer chegar longe.

Sonha em governar o Rio Grande do Norte.

Hoje, a ânsia de Ezequiel por votos já causa desconfortos dentro do PSDB. Com a força da Assembleia, ele deseja ser o mais votado e não tem respeitado as bases dos seus colegas.

Hoje, em pleno período eleitoral, o presidente da Assembleia tem sido obrigado a conviver com o fantasma da Operação Canastra Real.

Deflagrada na semana passada pelo Ministério público, a Operação prendeu a chefe de gabinete do deputado Ezequiel sob acusação de chefiar um esquema de desvio de recursos a partir da contratação de funcionários fantasmas.

Apesar de não ser investigado, Ezequiel tem seu entorno comprometido em questões judiciais.

A mídia tem silenciado e até as pedras da Praça dos Três Poderes sabe o  motivo.

A chefe de gabinete, Ana Augusta Simas permanece nos quadros da Assembleia como se nada tivesse acontecido.

O MP sabe que o buraco é mais fundo. 

Em plena campanha, Ezequiel finge que não é com ele.




Comentários