COM REPASSES EM DIA, ASSEMBLEIA FAZ VISTA GROSSA PARA CRISE



 A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, sobretudo quando estiverem empossados os novos deputados, precisa, em caráter emergencial, atender os apelos da sociedade.

O Poder Legislativo que sob a gestão do deputado estadual Ezequiel Ferreira de Souza rejeitou o projeto de Lei que determinava a devolução das sobras orçamentárias dos Poderes aos cofres do Estado, é o mesmo Poder Legislativo que emprega centenas de cabos eleitorais sem funções definidas.

Enquanto o Governo atrasa o salário do funcionalismo, a Assembleia Legislativa se acha com o dever cumprido ao doar viaturas às bases eleitorais dos seus parlamentares.

Enquanto os servidores do Poder Executivo, os aposentados e pensionistas estão em pânico com a notícia de que não há previsão para receberem o salário de dezembro e o 13°, os barões da Assembleia e Tribunal de Justiça estão com os seus vencimentos em dia é garantidissimos. 

Os novos deputados precisam romper o ciclo vicioso que hoje domina o Poder Legislativo e devem escolher um novo presidente compromissado em ajudar à governadora eleita a reduzir os repasses aos poderes.

A crise existe e todos precisam sentir.

Comentários