PROMOTORA PEDE INQUÉRITO PARA APURAR TENTATIVA DE HOMICÍDIO



Este Território Livre RN noticiou na semana passada que o vereador de Pureza Fabiano Silva procurou o Ministério Público para denunciar um esquema de funcionários fantasmas no município de Pureza. De acordo com o depoimento do parlamentar ao MP, o esquema envolvia a presidente da Câmara, parentes e o Poder Executivo. 

Na última sexta-feira, ao se dirigir à sede do Poder Legislativo para participar da Sessão Ordinária, o vereador Fabiano Silva foi atacado pelo esposo da Vereadora Dilma,  o Senhor Cícero de Badú . 

Conversamos no mesmo dia com o parlamentar e o mesmo nos relatou que temia pela sua vida e de seus familiares.

Orientado por advogados, Fabiano procurou o MP mais uma vez e relatou o ocorrido.

A Promotora de Justiça Izabel Cristina Pinheiro determinou nesta terça-feira (18) que a Polícia Civil através da Delegacia Regional de João Câmara instaure um inquérito para apurar a suposta tentativa de homicídio.

A política de Pureza cada dia mais vem se tornando um caso de polícia. 


Comentários