CERTIDÃO COMPROVA VALIDADE DA DIREÇÃO DO PV NO RN



Ainda falando sobre o impasse no Partido Verde, ocasionado por negociações de Rivaldo Fernandes, para depor Bertonne Marinho do comando da legenda no Estado, verificamos no Tribunal Regional Eleitoral que o diretório do Partido Verde no RN é válido e não pode ser substituído de forma unilateral. 

Na composição que consta no TRE, Bertonne é presidente e tem Rivaldo Fernandes como vice. 

É tipo o caso de Jesus e o Judas,  o traidor.




Desde que revelamos, há um mês, a situação conspiratória que ronda a legenda, diversos atores políticos do Estado nos procuraram para comentar o caso. 

Reuniões em residências, cafezinhos e gabinetes, foram palco de diálogos conspiratórios.   

Em uma dessas reuniões, onde estava presente no estabelecimento uma fonte do blog, o dirigente do PV estava sentado à mesa com um vereador de Natal e um suplente, quando a Jornalista Juliana Celli, esposa de Bertonne chegou ao local.  A reação do dirigente do PV foi patética: Saiu praticamente correndo do local. A reunião continuou dentro de um veículo, nas imediações da Câmara. 

É praticamente unânime a tese de que Rivaldo utiliza o partido para interesses pessoais.

 Foi assim na época de Micarla, quando Rivaldo ocupou vários cargos públicos, sempre com o argumento principal que era dirigente do PV. 

O Ex-deputado e Ex-senador Paulo Davim, o ex-vereador Edivan Martins e o vereador Luiz Almir podem ter coisas bastantes interessantes a dizer sobre este assunto. 

Segundo fontes do blog, o vereador do caso anterior que relatamos e o suplente, não continuaram trilhando o caminho traçado por uma série de demandas no "Procon" por defeito na mercadoria. 

Continuaremos de olho nesta situação. 



Comentários